Google+ Followers

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Soberana ave da noite

 


Soberana ave da noite, embora considerada por antigas culturas como mau agouro, para os antigos gregos a coruja era uma poderosa conhecedora do oculto e simbolizava o mistério. Na mitologia grega, Athena que era a deusa da sabedoria, da justiça, da habilidade e da estratégia, trazia consigo uma coruja. Segundo a lenda, a coruja revelava-lhe as verdades invisíveis.
Simbolicamente a coruja está associada com a clarividência, a projeção astral, a magia negra e branca. Por muito tempo a coruja foi associada às bruxas e uma antiga superstição dizia que aquele que comesse a carne de uma coruja poderia adquirir poderes divinatórios, dons de previsão e clarividência. Haviam também outras superstições que envolviam a coruja, no entanto com ela podemos aprender algumas competências essenciais ao nosso desenvolvimento.
Com seus olhos arregalados, enquanto todos dormem a coruja permanece atenta e vigilante aos barulhos da noite. Por ser a ave que vaga pela noite, a coruja era vista pela antiga cultura grega como símbolo da busca pelo conhecimento e autoconhecimento. Ela caça pelo barulho e isso significa estarmos atentos aos barulhos que vem de nossa mente, aos pensamentos que giram, giram e nada concluem.
Os gregos consideravam a noite o momento propício para a reflexão filosófica e a coruja era considerada uma mensageira que aparecia em sonhos e meditação. Sendo um símbolo da inteligência, reflexão, sabedoria e conhecimento racional e intuitivo, para os antigos gregos a coruja não estava relacionada à percepção direta das coisas. Por se orientar pelo reflexo da luz solar sobre a Lua, os gregos associaram a coruja ao conhecimento, que é fruto da reflexão e sabedoria. Enxergando através da escuridão, ela consegue ver o que outros não veem.

Na tradição dos índios norte-americanos dizia-se que a coruja morava no leste, um lugar de iluminação. Eles diziam: "Se buscas respostas, pergunte à coruja que é tão sábia e tenha disposição para receber uma resposta que possa levar você a uma viagem por mundos desconhecidos tanto no plano físico, quanto mental, emocional e espiritual. É a coruja que nos ensina sobre o mistério, o desconhecido, o que se esconde nas sombras, a sabedoria de viver e os mistérios da morte. Grande parte da medicina da coruja é secreta, estando relacionada a antigos conhecimentos do feminino e da Lua."
Geralmente são chamados "pais corujas" aqueles que ressaltam com um certo exagero as qualidades dos filhos. Conta uma fábula que, pretendendo proteger seus filhotes de predadores, a coruja dizia aos outros animais que os reconheceriam facilmente porque eram os mais bonitos da floresta. Daí o dito popular: "Toda a coruja gaba-se do seu toco". Embora tenha se tornado um símbolo da feiúra, a coruja ensina que a aparência externa não vale mais do que a beleza interior que é inerente ao espírito.
Enquanto a humanidade receia a escuridão e se ilude, a coruja enxerga no breu da noite e percebe tudo com clareza. Capaz de girar a cabeça quase que completamente, a coruja mostra a necessidade de analisarmos todos os lados de uma questão. O termo "ficar corujando" significa saber ouvir e prestar atenção. Com sua grande capacidade de audição e visão, a coruja ensina que precisamos compreender que há outros pontos de vista. Isso é o início de sabedoria...

Cuidado com a palavra “não".



A linguagem dirige nossos pensamentos para direções especificas e, de alguma forma, ela nos ajuda a criar a nossa realidade, potencializando ou limitando as nossas possibilidades. A habilidade de usar a linguagem com precisão é essencial para uma boa comunicação.

1) Cuidado com a palavra “não".

A frase que contém "não", para ser compreendida traz à mente o que está junto com ela. O "não" existe apenas na linguagem e não na experiência. Por exemplo: pense em "não". Nada vem à sua mente. Mas se eu lhe pedir: - Não pense na cor vermelha, você com certeza pensará no vermelho e depois se esforçará em outras cores. Por isso, fale no positivo, diga o que você quer, afirme o seu desejo. Substitua a frase: "Não mexa no meu armário..." por "Você está proibido de mexer em meu armário".

2) Cuidado com a palavra “mas”, que nega tudo que vem antes. Por isso substitua por "e", porque dá idéia de acréscimo, principalmente quando se discute uma idéia ou opinião. Substitua a frase: "Você é muito esforçado mas não progride..." por "Você é muito esforçado e pode progredir..."

3) Cuidado com a palavra “tentar”, que pressupõe a possibilidade de falha. Substitua a frase: "Vou tentar encontrar com você " por "Tenho poucas chances de ir". Evite tentar, faça!


4) Cuidado com “não” posso" ou “não consigo”, que dão idéia de incapacidade pessoal. Use "não podia" ou "não conseguia", que pressupõe que está se superando. Substitua a frase: "Eu não consigo economizar" por "Eu não conseguia economizar..."


5) Fale das mudanças desejadas para o futuro utilizando o tempo presente do verbo. Substitua: " vou conseguir um emprego " por "estou conseguindo um emprego".


6) Cuidado com as palavras “devo”, “tenho que” ou “preciso”, que pressupõem que algo externo controla a sua vida. Use "quero", "decido", "estou". Substitua a frase: "Eu preciso colocar minhas coisas em ordem" por "Quero colocar minhas coisas em ordem"; "decido colocar as coisas em ordem"


7) Fale dos problemas ou das descrições negativas de si mesmo, utilizando o verbo no passado. Isto libera o presente. Substitua a frase: "Eu tenho dificuldade para ..."
por "Eu tinha dificuldade para ..."

8) Ao usar o condicional, substitua o "se" por “quando”.
Substitua: "Se eu conseguir ganhar dinheiro, vou viajar", por "Quando eu conseguir ganhar dinheiro, vou viajar".

9) "Esperar" suscita dúvidas e enfraquece a linguagem. Substitua por "Sei". Ao invés de dizer:  "Eu espero aprender isso" por "Eu sei que vou aprender isso".

10) O verbo no presente fica mais forte e mais concreto. Por isso s
ubstitua: "Eu gostaria de agradecer a você" por "Eu agradeço a você".

Falar corretamente é muito importante. O que nos diferencia dos animais é o som ordenado que transmite a sabedoria, o conhecimento e a capacidade de comunicação. Enquanto estamos evoluindo como ser humano, precisamos ter em mente que aprender a falar corretamente, positivamente, claramente, sem gírias ou palavrões é um caminho para o controle de nossas faculdades, utilizando assim, um pouco daquela capacidade que desprezamos ao utilizarmos um décimo de nosso poder divino...


Pessoas medíocres falam de outras pessoas;

Pessoas comuns falam sobre coisas;

Pessoas inteligentes falam sobre ideias.
..

O LIVRO NEGRO DO CRISTIANISMO

O LIVRO NEGRO DO CRISTIANISMO
PARA LER O LIVRO CLICK NA IMAGEM